Juiz condena empresa incompetente no Pará

Nota Postado em Atualizado em

Juiz condena empresa incompetente no Pará

Santarém, 30.01.2014

Edilberto Sena

Uma canção romântica dos anos noventa expressava a dúvida assim: “será mentira ou será verdade, que ela não me ama…”. Mas essa dúvida pode ser aplicada hoje sobre o efeito da condenação do juiz sobre a empresa que foi condenada a ressarcir consumidores paraenses, lesados pelas interrupções nos serviços de internet. Será verdade? Pela informação publicada, o juiz botou pra valer exigindo ressarcimento dos  prejuízos a todos os consumidores da dita empresa no período de 2005 a 2010. Apenas em sete meses de verificação no ano 2008 foram 75 interrupções de serviço de internet.

Porém como será o ressarcimento? Como é que serão identificados os prejudicados e o valor dos prejuízos? Se em sete meses foram 75 interrupções, quantas terão sido em cinco anos? Isso o juiz não determinou e por isso a dúvida se a sentença é pra valer, ou apensa um faz de conta.

Outra questão que inquieta, é se esse precedente sobre a empresa incompetente, vai ser levado  adiante pelo ilustre juiz, sobre outras empresas e órgãos públicos que têm causado tantos prejuízos a outros consumidores e usuários. Entre outras estão incompetentes empresa distribuidora de energia elétrica. Empresa de coleta de lixo urbano, outras empresas fornecedoras de internet e de telefone. Umas dessas são mais mortas do que vivas, outras  são mais escuras do que claras e outras fazem mais ai! Do que oi! Todas causam tantos aborrecimentos a usuários. Mas também há secretarias municipais que não cumprem com suas responsabilidades públicas e prejudicam os munícipes que pagam impostos e não são bem atendidos em seus direitos. Isto para não falar da empresa responsável pelo serviço de água e esgotos da cidade.

Então, o juiz para manter a credibilidade  e a moral de seu cargo terá que  também mandar pesquisar os serviços das outras empresas que a população sente prejuízos vários, talvez o próprio juiz sofra  prejuízos por causa dessas empresas incompetentes. Se ele levar adiante a responsabilidade de moralizar esses serviços, com certeza não será apenas uma empresa a ser condenada e  além disso,  se terá esperança que a vida da população terá menos  aborrecimento e menos prejuízos. É aguardar para se sentir até onde vai a coerência do juiz corajoso que condenou a empresa prestadora de serviço de internet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.