Francisco de Assis o rebelde cristão

Postado em

Análise da semana – para Nossa Voz é nossa Vida – 03.10.2015

Hoje poderia destacar um fato bastante triste ocorrido em Santarém – a decisão do juiz que confirmou liminar anterior, expulsando 450 famílias da ocupação, ao lado da  rodovia Fernando Guilhon. Preferiu dar razão a quem não é proprietário do terreno, abandonado   há mais de 50 anos. Escolheu o caminho mais cômodo de supor valor legal à terra, do que o direito humano de 450 famílias sem teto, pobres que já tinham moradia em seus barracos há mais de um ano. Reconhecendo em sua sentença que não se estava discutindo propriedade, mas posse requerida pela empresa acusadora, o juiz desconheceu documentações que mostravam que a demanda de direito era equivocada. Preferiu mandar a polícia expulsar as 450 famílias da ocupação dentro de poucos dias.

Mas hoje há outro acontecimento que merece reflexão positiva. É o dia aniversário de vida eterna de São Francisco de Assis. Por que este homem merece uma análise semanal? Era  filho de um comerciante burguês e ambicioso. Sua mãe, uma mulher religiosa e generosa. Inicialmente o filho uma mistura dos dois. Francisco, ainda jovem, deu uma guinada em sua vida. Largou a vida boa da família e foi construir uma caminhada itinerante, sem lenço e sem documento, seguindo o Evangelho de Jesus Cristo ao pé da letra, como se diz. De início causou escândalo, desprezo e desconfiança de heresia. Depois foi atraindo sem querer, outros jovens, atraídos por aquela rebeldia que transmitia alegria. Para Francisco todos eram seus irmãos, o leproso, o lobo, a lesma, o esfarrapado, a água, a lua, a natureza completa.

Ao mesmo tempo em que contestava a sociedade dividida, também a Igreja acomodada, cuidando de rezas, mas desligada dos pobres, Francisco vivendo despojado de bens, atraia a atenção da população, todos eram seus irmãos e irmãs. Ao morrer aos 42 anos, foi reconhecido como santo e até hoje é visto como um dos poucos homens que mais perto chegou do projeto de Jesus Cristo. Reverenciado por outro santo não cristão, Mahatma Gandhi, como também por outras religiões, é chamado o patrono da mãe natureza, símbolo do cuidado com o ambiente.

Aqui está o motivo para Francisco ser destaque da semana. Ao conhecê-lo melhor somos obrigados a nos perguntar – O que ele está a nos dizer hoje? Boa parte de nós está incomodada com o calor aumentando, outros incomodados com tanta madeira exportada ilegalmente da floresta, tanto inseticida e herbicida jogados nas plantações, envenenando rios e terra, tanto óleo diesel jogando nos rios, tanto mercúrio utilizado pelos garimpos, tanta fumaça e queimadas. O que Francisco tem a nos dizer diante dessa realidade? Em vida ele mudou sua vida e mudou vidas de muita gente. Será que ele nos estimula a fazer nossa parte? Será que podemos ser rebeldes hoje também? A mãe natureza clama por socorro, quem vai cuidar dela?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.