Análise da semana – Nossa Voz -10.04.2016

Postado em

Análise da semana para Nossa Voz é Nossa Vida – 10.04.2016

Vivemos uma semana muito tensa e ameaçadora no país. Além das crises econômicas e de falta de emprego para muitos trabalhadores, ainda continua a falta de respeito dos ditos representantes do povo no Congresso Nacional. O presidente da Câmara de deputados federais, Eduardo Cunha, já confirmado réu por receber propinas, é quem comanda um bando de teleguiados. Nesta semana entrante muita coisa pode acontecer, cassação da presidente ou não, revelações de mais políticos envolvidos em falcatruas e propinas e mais, porém quem paga a conta afinal, é a maioria da população, com o aumento do custo de vida, a falta de empregos e abandono da assistência à saúde, à educação. Até o programa Bolsa Família está ameaçado de ser prejudicado.

Mas, apesar dessas nuvens negras na política nacional, a chuva tem trazido esperança para os agricultores/as e os que buscam as feiras em busca de alimentos. Também, aqui na região algo bem positivo aconteceu ainda ontem lá na área da Resex Tapajós/Arapiuns: na comunidade de Tucumatuba 49 pessoas participaram de um dia de estudo sobre as ameaças existentes pelos projetos hidroelétricos na bacia do Tapajós. Entre os 49 participantes estavam 12 jovens e 4 crianças. Foi salientada a presença dos jovens e das crianças, por serem eles e elas os que mais sofrerão caso deixemos o governo cometer a desgraça de construir a hidroelétrica de São Luiz do Tapajós e a s outras. Foi lamentada a ausência de vários lideres da Associação Tapajoara e do Sindicato de Trabalhadores e trabalhadoras rurais e também de alguns catequistas, pois essas pessoas têm responsabilidade maior de despertar as consciências de seus liderados.

Durante o dia foram debatidos e esclarecidos alguns pontos básicos sobre o que pretende o governo com essa destruição do rio Tapajós. São 43 barragens projetadas para a bacia do grande rio que já está prejudicado com mercúrio e lama dos garimpos. Dos 49 participantes, apenas sete ainda se lembra do tempo quando o rio era de águas límpidas e azuis. Nos últimos 15 anos as águas se tornaram impróprias para beber e até para banho.

As informações lhes foram passadas por uma equipe do Movimento Tapajós Vivo, Simone, Amanda e Edilberto. Foram usadas cartilhas, estudas  em grupos, vídeos ilustrativos da situação ameaçadora das hidroelétricas e também foi estudado um modelo de Protocolo de Consultas já produzido pelos chamados beradeiros de Montanha Mangabal, no médio Tapajós. Este modelo serviu para os moradores do baixo Tapajós começarem a produzir seu próprio Protocolo de consultas a ser concluído em agosto na Caravana em Itaituba.  Os participantes perceberam que os parentes Munduruku do alto Tapajós já estão mais adiantados, pois produziram seu protocolo e já foram levar a Brasília para o governo saber que, de acordo com a convenção 169 da Organização Internacional do Trabalho, OIT o governo tem que consultar as comunidades  ameaçadas por projetos na região.

Os participantes forma motivados a participar na próxima Caravana em defesa dos povos e  do rio Tapajós que vai acontecer nos dias 27 e 28 de agosto na cidade de Itaituba. Tdos e todas de Santarém, Belterra, margem direita e esquerda do baixo Tapajós, Mojuí dos Campos e cidades do baixo Amazonas poderão participar da grande Caravana a Itaituba.  Serão dois dias de debates, exposições de especialistas, testemunhos de parentes do Xingu e do Mato Grosso. Vários participantes do encontro de ontem em Tucumatuba vão se organizar a fim de participar da Caravana.

Ao final do encontro pelas 4 horas da tarde foi redigida uma carta compromisso, escrita por dois professores municipais presentes e mais duas lideranças de Boim e que foi lida e aprovada pelos presentes, cuja cópia passo a ler em seguida. Assim a semana terminou com acontecimentos muito ruins e outros de esperança como foi o encontro em Tucumatuba. Claro que houve outros momentos bem positivos.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.