Por que o governo fala em rombo assustador

Postado em

Análise da semana para Nossa Voz é nossa Vida – 22.05.2016

Informação é necessária para se ter conhecimento das coisas e da vida. Manipulação da informação é o uso intencional dela para iludir os outros e conformá-los diante dos interesses de quem manipula.

Nesta semana, o governo interino de Michel Temer tem usado e abusado da manipulação de informações. É o que se vê e se ouve nos grandes meios de comunicação. Ministros, simpatizantes e o próprio presidente, passaram a semana fazendo análises, dando entrevistas com o seguinte recado aos brasileiros: “ o rombo das contas públicas neste ano, deve chegar a 200 bilhões de reais… se os deputados e senadores não aprovarem um tal ajuste fiscal, como quer o Ministro da fazenda, Henrique Meireles, o governo interino vai cometer as mesmas pedaladas fiscais como fez a ex presidente Dilma.”

Aí está a grande manipulação de informação da semana pelo governo Michel Temer. Tudo para deixar a população conformada com os prejuízos que estão chegando: desemprego aumentando, propostas de cortar verba da educação, diminuição do Sistema Único de Saúde, o SUS, aumento de impostos, diminuição no ajuste do salário mínimo, fechamento do programa Minha Casa minha Vida, entre outros ajustes fiscais. Inclusive eles querem ampliar a idade para aposentadoria para 65 anos, assim quem está empregado de carteira assinada, ou é trabalhador rural, terá que esperar mais tempo para se aposentar.

Por que essas informações são de fato manipulação? Por que esse tal rombo nas contas públicas só pode ser tapado arrochando as vidas dos trabalhadores e dos mais pobres?…

Especialistas em questões de contas públicas afirmam que as Reservas cambiais internacionais do Brasil são hoje de 370 bilhões de dólares, quase um trilhão de reais. Este é o dinheiro que o país tem guardado para manter a economia funcionando nos negócios de comércio com os estrangeiros. Além disso, em fevereiro deste ano, o Brasil tinha emprestado ao Fundo Monetário Internacional, o FMI, 10 bilhões de dólares, portanto não pediu,  mas emprestou esse dinheiro.

Portanto, esse rombo tão falado pelo governo interino de Michel Temer, não significa que o País está falido. Por que então ele pretende tapar esse rombo apenas com arrocho nas vidas dos mais pobres? Por que só com “medidas estruturantes” que o governo enviou ao Congresso nacional para eles aprovarem nesta semana que entra amanhã? Essas medidas estruturantes não falam em cobrança dos impostos justos das grandes empresas e dos Bancos, nem exige o pagamento das dívidas da Rede Globo e demais grandes canais de televisão. Por que o governo Temer não propõe diminuir os salários dos deputados, senadores, juízes e ministros? Isso não faz parte do ajuste fiscal de Michel Temer e Henrique Meireles. Afinal esse interino governo surgiu para garantir os lucros dos ricos e arrochar as vidas dos trabalhadores.

Eis o que é uma baita de uma manipulação de informação. Você ouvinte deste programa, pode até desconfiar que eu esteja tentando manipular sua cabeça. É seu direito, mas não pode se conformar com o que ouve uma vez e da mesma fonte. Saiba que nossas vidas estão em jogo, basta observar como os preços das mercadorias estão subindo, o desemprego está aumentando e os ricos não estão preocupados.  Use a inteligência, e não se deixe enganar. Mas não só isso, reaja, lute com outros para termos uma vida mais equilibrada. Quem morre calado é boi.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.