Generosidade do presidente interino

Postado em Atualizado em

Editorial RNA – 02.06.2016

Como explicar essa generosidade do governo interino para com os servidores públicos federais? Num momento de transição, quando o ministro da Fazenda anuncia um rombo de 170 bilhões de reais nas contas públicas, como entender essa contradição de um reajuste salarial desse tamanho? Para equilibrar as contas públicas há poucos dias, o mesmo governo Temer anunciou um arrocho na vida dos trabalhadores e dos pobres, com cortes nas conquista sociais.

Hoje foi aprovado na Câmara Federal, com apoio do presidente Temer, 14 projetos de reajuste salarial dos servidores federais. Tal generosidade do governo interino, que poderá cair a qualquer momento, custará 8 bilhões e 500 milhões de reais aos cofres públicos, até o final deste ano. Um ministro do Supremo Tribunal Federal passará dos atuais 33 mil e 760 reais de salário, fora os outros benefícios, para 39 mil e 300 reais/mês. E assim por diante, deputados e senadores, juízes e procuradores da república terão seus gordos reajustes salariais.

Quais foram os motivos que levaram o presidente a articular com seus aliados,  esse reajuste salarial de todos os servidores federais? Ao mesmo tempo ele pensa demitir 10 mil  médicos do programa Mais Médicos e mudar as regras da previdência social. Os beneficiados são os juízes, presidente, ministros, senadores e deputados, além das forças armadas. Em menor escala também serão beneficiados, funcionários do INCRA, IBAMA e demais órgãos federais.

Está evidente que o motivo principal dessa generosidade é manter a “paz romana”, isto é, apaziguar Ministros do Supremo Tribunal que podem levar adiante, ou não, o julgamentos de tantos suspeitos de propinas e outros roubos. Entre os suspeitos está o próprio presidente interino.

O Temer não teme os pobres do bolsa família e do minha casa minha vida. Mas sabe que os juízes e Ministério Público podem levar adiante os processos do lava jato; sabe que os militares temas armas e podem usá-las para um golpe de Estado; como também sabe que deputados e senadores podem bloquear projetos a serem votados por seu interesse.

É dessa conjuntura de um governo inseguro e sem crédito da população, que saem essas generosidades. Como também e ela que explica porque o governo não cobra impostos dos ricos, das grandes fortunas dos Bancos e empresários..

Este é o novo governo que veio para endireitar os erros da presidente Dilma, imagine!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.