O clima da natureza está esquentando mais, porém mais grave ainda é…

Postado em

Analise da semana – Nossa Voz é Nossa Vida – 07.08.2016

O clima da natureza está esquentando mais e mais. Em algumas horas do dia está chegando a 36 graus C`. Porém mais grave ainda é a subida do clima sócio político do país, mesmo com o circo das Olimpíadas em casa. As consequências deste clima são cada dia mais graves para os trabalhadores e os pobres. A democracia também sofre graves violações oficializadas por um congresso  cheio de políticos ficha suja, como também alguns ministros do governo interino. Dilma Roussef está à beira de ser expulsa de vez  da vida pública pelo impeachment político. O comandante do golpe parlamentar assumirá de vez o cargo de servidor da ditadura do capital. Os direitos sociais e várias leis constitucionais estão ameaçados pelo novo sistema de governo.

É nessa conjuntura tenebrosa que surge de repente uma surpresa luminosa. O que não aconteceu no rio Xingu, com a monstruosa hidroelétrica de Belo Monte, se conseguiu nestes dias com uma decisão do IBAMA de arquivar a licença ambiental para o projeto São Luiz do Tapajós.

Esta é uma notícia esperançosa para os movimentos populares, que vem lutando e resistindo a  esses crimes previstos pelo governo federal para a Amazônia e o Tapajós em especial. Afinal, este arquivamento da licença decretado pelo IBAMA é bom e definitivo, ou não? Depende, claro que é bom sinal, vencemos uma batalha, graças as pressões do povo Munduruku e dos movimentos populares do Tapajós. Porém, a guerra não terminou. O atual governo interino está acuado com tantos problemas políticos, financeiros e administrativos, que acabou aceitando o arquivamento da licença ambiental. Mas arquivar significa apenas que foi suspensa, colocada na gaveta. Nada impede que daqui a uns meses o governo federal desarquive o processo e insista no crime da barragem São Luiz do Tapajós. Afinal, essas hidroelétricas no Tapajós interessam às mineradoras, ao agronegócio e às indústrias do sul do país.

Por isso, ao mesmo tempo em que festejamos a vitória dessa batalha do licenciamento, não se pode cruzar os braços. A luta deve continuar. Alguém ao ouvir a notícia, perguntou se a Caravana do Movimento popular estaria cancelada por não ser mais necessária. Resposta é não! A Caravana em defesa dos povos e do rio Tapajós vai acontecer como prevista, nos dias 26, 27 e 28 deste mês lá na cidade de Itaituba. A coordenação da Caravana está organizando tudo para receber cerca de 800 participantes. Já confirmaram presença caravanas, do Mato Grosso, Xingu, Óbidos, Lago Grande do Curuai, Resex Tapajós Arapiuns, Santarém, Trairão, Povo Munduruku do alto e do médio Tapajós, Aveiro, entre outros. Dois barcos e um ônibus sairão de Santarém na véspera, conduzindo 400 participantes. Até o próximo dia 15 as inscrições estão abertas. Para viajar na Caravana é necessária a inscrição prévia por causa da lotação.

Itaituba poderá ter outros 400 participantes durante os dois dias e meio. Para isso a coordenação está divulgando o evento e convocando a população local. Será um momento forte de união de forças populares, testemunhos de lutadores de outras frentes de resistência, e maiores esclarecimentos sobre os perversos planos do governo e de como se pode impedir tais crimes, como Belo Monte é o espelho mais próximo do Tapajós. Ao final se esperam duas decisões, uma carta convite ao Papa Francisco para no próximo ano visitar o Tapajós. Ele já deu sinal de interesse a uma carta assinada por várias organizações sociais dará mais motivação a ele. A outra decisão será um acordo para unir rotas as organizações que lutam pela defesa dos povos do tapajós para uma resistência mais forte, todos por um e um por todos.

Se Nelson Mandela e seus companheiros venceram a escravidão negra na África do Sul, os povos do Tapajós podem vencer a escravidão que quer impor a ditadura do capital no território regional.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.