Povos da Amazônia sem luz no túnel

Postado em

EDITORIAL RNA – 02.09.2016

O que os povos da Amazônia podem esperar do atual governo federal? Se com o governo Dilma Roussef quase nada de bom se podia esperar, basta conferir a invasão de mineradoras saqueando nossas riquezas e  a sequência de 5 mil e 500 quilômetros de floresta derrubada por anos,; muito menos, ou nada de positivo se pode esperar de um governo tampão, não eleito, mas empossado por um congresso nacional carregado de políticos ficha suja, acusados de falcatruas no lava jato.

Trabalhadores e pobres estão dentro de um túnel social sem luz de esperança no final. Os anúncios já feitos pelo homem que de fato manda na economia do país são assustadores. O que ele chama de Controle da economia, significa corte nas conquistas dos trabalhadores e  pobres – bloqueio por vinte anos nos gastos públicos, que significa  estagnação nas verbas para educação, para saúde, sumiço  do programa mais médicos, dilatação do prazo aposentadoria para 65 anos, entre outras perdas dos pobres e trabalhadores. Tudo isso para favorecer os lucros dos empresários e patrões, cortando direitos dos trabalhadores.

Com um congresso submisso, com leis criminalizando qualquer enfrentamento de resistência dos inconformados, com uma justiça parcial é assim que se apresentam os próximos anos.  Essa realidade armada por um governo submisso aos interesses de bancos, empresas, latifundiários e donos do agronegócio, só pode gerar sofrimento, angústias  e revoltas populares nos próximos anos. O País volta ao tempo da ditadura militar dos anos 60 a 85, com uma agravante, hoje os ditadores estão prontos a entregar a economia do país ao capital estrangeiro, terras, petróleo, minérios e o povo.

Há esperança nessa noite de trevas? O que podem esperar os povos da Amazônia? No meio das trevas, ameaçados por leis anti terror é preciso os movimentos populares, os trabalhadores, as igrejas e os povos indígenas não abaixar as cabeças. É preciso reunir, enfrentar as forças das trevas, pois uma  luz de esperança só pode surgir do meios dos povos. Quem enterra a cabeça na areia para não ver a desgraça é a avestruz, não os movimentos populares e os povos indígenas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.