Índio, indígena ou povo nativo?

Postado em

EDITORIAL – RNA – 08.05.2017

Como aceitar que um ministro da justiça do governo brasileiro tenha comportamento anti ético, imoral e racista? Como pode ele ignorar vidas e direitos de brasileiros nativos, que por natureza e ancestralidade, são mais brasileiros do que certos sobrenomes como Serralio, Temer, Mendes e Lavandovsky?

Só mesmo numa ditadura que tal absurdo acontece sem punição.  Observe- se como prevalece hoje esse racismo. Povos indígenas vivem no país divididos em 270 povos, cada um com sua lingua e cultura próprias. São 817 pessoas, maior parte vivendo na Amazônia. São apelidados de índios, mas se identificam como Munduruku, Macuxi, Tucano, Gamela, Guarani e mais centenas de outros povos, cujos os antepassados já viviam aqui antes da invasão dos portuguses. Por direito natural e constituicional são donos dos territórios que ocupam. No entanto, a ditadura atual permite assassinatos de dezenas do povo Guarani Kaiowá no Mato Grosso do Sul; permite que fazendeiros e madereiros invadam terras do povo Gamela no  Maranhão; garimpeiros invadam terras do povo Yanomami em Roraima e que o território SawréMaibu, do povo Munduruku do Tapajós continue sem reconhecimento e demarcação. Nesse contexto cruel, só resta aos povos nativos o enfrentamento. Por isso merecem aplausos os guerreiros Munduruku do Tapajós, que bloquearam a rodovia BR 163 em Itaituba (PA), até que a ditadura atendesse uma parte dos seus clamores. Não há outro caminho, senão a resistência ativa e planejada.

Na Amazônia, outros povos nativos precisam seguir  o exemplo dos Munduruku do Tapajós. Povo unido e inteligente de fato, jamais será vencido.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.