Sociedade quem dela faz parte?

Postado em

EDITORIAL RNA – 21.06.2017

Compreender a comunicação depende de quem expressa e de quem recebe. De quem expressa, para quem comunica, o que vai por trás da informação. Quem recebe precisa estar atento para interpretar criticamente o que recebe. Hoje mais do que antes predomina a comunicação que intenciona vender ideias, fatos para convencer o interlocutor da sua verdade. Aliás hoje falam de pós verdade, traduzindo este tipo de comunicação.

Por exemplo, o termo sociedade. Outro dia, um porta voz do empresariado regional, tentando justificar o que ele crer ser necessário trazer mais empresas e negócios para a região, dizia – “é preciso trazer empresas, de portos, de construção de prédios para gerar emprego e renda. A sociedade compreende essa necessidade, apenas uma minoria contra o desenvolvimento é contra.” Para o porta voz Sociedade significa empresários, políticos e moradores desinformados e carentes de emprego e renda aplaudem promessas de empresas anunciadas. Enquanto o termo minoria, para ele significa que conhecendo os impactos negativos e irreversíveis para a população, resistem aos projetos propostos pelos políticos de plantão que aceitam a pos verdade dos oportunistas.

O significado mais objetivo do termo sociedade inclui todos os moradores de uma região, cidade, ou bairro. Tanto os que são patrões como os que são empregados e trabalhadores autônomos. Mas para políticos oportunistas, ou demagogos e associações empresariais, fazem de conta que crescimento econômico seja desenvolvimento. Alguém já ouviu essa forma de comunicação em seu Estado, ou município? Em Manaus há uma zona franca e dois milhões e meio de habitantes. Quantos moradores da sociedade manauara usufruem da presença da zona franca? Hidroelétricas de Jirau e Santo Antônio em Rondônia, quanto desenvolvimento trouxe para os moradores de Porto Velho?

E assim por diante, Belo Monte em Altamira, mineradoras em vários estados da Amazônia, quanto geram de melhoria de qualidade de vida para maioria dos moradores?

Eis porque é necessário se ter cuidado ao escutar certas explicações de porta vozes de políticos e empresários.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.