Cantar louvores à pátria…que pátria?

Postado em

EDITORIAL RNA – 05.09.2017

Dia da Amazônia, proclamam uns, Semana da Pátria rufam os tambores e marcham nas ruas crianças ingênuas e jovens garbosos sem saber exatamente o que é a pátria. Mas chegou setembro, diretoras e professoras animadas ou não, botam seus alunos fardados nas ruas a um calor de 35 graus e sol escaldante. Na sombra do palanque oficial, autoridades nem sempre lideranças populares, perfilam fazendo de conta que estamos numa democracia exemplar, de Ordem e Progresso. Todos comemoram o quê? Fazem memória de quê? Eis a questão.

Dizem alguns historiadores, que o grito do Ipiranga não foi um ato de bravura com apoio popular. Foi sim pressão de uma elite sobre o imperador, com receio de voltarem a ser escravos de Portugal. Já a declaração da república foi outra pressão de elites políticas que para se manter no poder expulsaram o imperador. De lá para cá a Res pública continuou a ser a panela de elites, ora militares, ora latifundiários, ora banqueiros, ora como hoje, uma associação de Ali Babá.

Hoje a pátria amada chega ao mais fundo do poço da desigualdade social, com 14 milhões de desempregados, universidades ameaçadas de fechar por falta de recursos, juízes, deputados e senadores ganhando renda de mais de 40 mil reais por mês, povo sem mais esperança de se aposentar depois da lei da previdência. e também, um presidente ilegítimo acuado e ameaçado de cair do cargo. A pátria continua sendo de ordem para estudantes, professores, subserviência de trabalhadores e, Progresso para as elites dominantes. Um procurador da república aposentado disse que “uma economia, um direito, uma lei, uma política indiferentes à ética, só podem gerar maus efeitos. A sociedade brasileira está cada vez mais perplexa, diante da profunda crise ética, que tem levado a decisões políticas e econômicas, sem a participação da sociedade, agravando a situações de exclusão”.

Como cantar louvores à pátria, que pátria?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.