O clima esquenta e as causas são várias

Postado em

Editorial RNA – 26.09.2017

Hoje em Santarém e provavelmente, em toda a Amazônia, os termômetros marcaram 34 graus na sombra. Quem está debaixo do sol à tarde, deve estar sentindo 38 a 40 graus. É verão, setembro, mas não é só isso que explica realmente essa mudança do clima. A rapidez com que estão destruindo a natureza é irracional. São irresponsáveis as queimadas, as derrubadas a correntão de florestas, as escavações em busca de minérios, a destruição da dinâmica dos rios para construírem barragens. Tudo isso torna muitos seres humanos criminosos e genocidas em busca de lucros.

Ou será que alguém pensa ser essa mudança do clima uma coisa normal, porque é verão? Serão normais os furacões, os terremotos cada vez mais frequentes? Em sã consciência alguém pode dizer que três grandes barragens no rio Teles Pires não causa impacto no rio Tapajós? Será que alguém ousa crer que derrubadas de três mil hectares de mata aqui, três mil ali para plantar soja, dendê e outras monoculturas, inclusive pastos de fazendas, não provocam esse aumento de calor e seca de rios e lagos? Só um cínico, um ignorante ambicioso de ganhar dinheiro a qualquer custo pode dizer que isso não tem nada a ver com o clima.  O Papa Francisco afirmou outro dia que, nós somos capazes de perdoar quem nos ofende, Deus perdoa sempre quem se arrepende, mas a natureza não perdoa, aqui se faz ela reage.

Infelizmente as graves consequências da destruição não recaem só sobre os criminosos, mas recaem sobre todos os seres vivos da Amazônia. Agora mesmo no município de Mojui dos Campos no Baixo Amazonas, enquanto a Eletronorte constrói mais uma turbina no rio Curuauna e represa mais água, 14 comunidades que vivem rio acima, sofrem com o rio secando a cada dia. Pode-se bem imaginar o que está acontecendo lá em Roraima, com as mineradoras escavando terra e destruindo floresta, lá no Acre com os garimpos escavando os rios em busca de ouro e em Rondônia com a aplicação de agrotóxicos na monocultura de soja.

Até onde e até quando vai continuar essa destruição estúpida e insensata de ambiciosos que utilizam a natureza, apenas como objeto de geração de lucros? O que fazem o IBAMA, o ICMBIO, até quando vamos suportar uns deputados, senadores, presidente inescrupulosos, que continuam indiferentes aos clamores da natureza? E os povos da Amazônia, vão continuar submissos e de cabeça baixa?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.