E depois da greve dos camioneiros…

Postado em

Editorial  RNA  – 24.05.2018

A greve nacional dos caminhoneiros, agora já no quarto dia, é um aviso curto e grosso ao falido e submisso governo Michel Temer. A rebelião dos humilhados está começando. E tende a se alastrar. O desgoverno brasileiro se revela de forma que o presidente da estatal do petróleo, manda mais do que o presidente ilegítimo. Aquele diz que não pode baixar tanto o preço dos combustíveis, porque depende da subida do preço internacional do petróleo. Como explicar cinco aumentos de combustíveis em uma única semana?

O Brasil é auto suficiente em extração de petróleo, até na Amazônia se extrai petróleo em Ururucu. O governo vende mais petróleo bruto do que importa em derivados, gás, diesel e gasolina. E como explicar que numa cidade como Santarém o preço da gasolina chegou a 4 reais e 80 centavos o litro? Michel Temer não explica esse absurdo de seu desgoverno, mas o presidente da Petrobrás esclarece que ele está submisso aos acionistas, pois 49 por cento dos lucros da empresa devem ir para os dividendos dos acionistas. Daí, quem tem que pagar o preço são os consumidores. Mas o Sindicato dos caminhoneiros chegou ao limite e fez greve. Paralisando os caminhões e carretas, paralisa o comércio nacional.

Até onde irá esse cabo de guerra entre o governo falido de Michel Temer e os milhares de caminhões parados? O governo pediu trégua de três dias para inventar uma solução. O Sindicato disse negativo, pois o aviso foi dado dois meses atrás. Michel Temer comprou deputados senadores mas não compra os caminhoneiros. Até hoje à noite o governo e a Petrobrás, ou baixam os preços dos combustíveis, ou a rebelião nacional vai ampliar. Quando começar a falta gás nas cozinhas, faltar açúcar, café e alimentos nas tabernas e supermercados, não haverá quem segure o povo revoltado.Vamos acompanhar para ver em que vai dar.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.