Quem não sabe é como quem não vê

Postado em

Análise da semana  – Nossa Voz é Nossa Vida  – 19.08.2018

Um antigo ditado que continua bem atual  diz: Quem não sabe é como quem não vê. Por que continua atual? Trata-se da conjuntura político econômica do Brasil e da Amazônia em especial. Pouco ou quase nada chega ao conhecimento da maioria da população. Os canais de televisão e as emissoras de rádio, informam pouco e até dão falsas notícias a boa parte da população.

Desde sexta feira até hoje, há um grupo de 480 militantes cristãos reunidos numa assembleia de Comunidades eclesiais de base da diocese de Santarém. No primeiro momento foi apresentada uma análise de conjuntura em quatro partes, Econômica, política, social e eclesial. A ideia dos coordenadores da assembleia, foi provocar a sensibilidade dos e das militantes para a realidade nacional e regional, para ver como enfrentar os desafios de se construir uma sociedade justa e solidária, a partir da grave situação que vive a maioria dos brasileiros, como aqui no Oeste do Pará, onde estão seis municípios da diocese de Santarém. Como cristãos, precisam se perguntar o que se faça na atual conjuntura, para que o reino de Deus possa crescer neste país rico, mas tão mal administrado e corrompido por políticos irresponsáveis.

Um dos enfoques das análises foi a grave situação da maioria da população do Brasil. Esse sofrimento é provocado pela ditadura  Michel Temer e seus acompanhantes, deputados, senadores, juízes e ministros. Diante dessa desordem político econômica o que se pode fazer para mudar a bem da maioria dos brasileiros?

Além de buscar conhecimento para entender o que está errado e como corrigir, os 145 milhões de eleitores nacionais, entre os quais os 480 militantes das CEBs da diocese de Santarém, tem uma oportunidade importante nas próximas eleições de outubro. Um dos analistas explicou  como mudar a conjuntura sofrida dos povos, iniciando já nas eleições nacionais de outubro. Para tanto, é necessário que os cinco votos de cada eleitor/a sejam depositados conscientes e comprometidos nas urnas. O grande desafio será saber em quem votar.  O descrédito dos políticos está geral, grande parte deles vendeu seus votos para apoiar o ilegítimo presidente Temer a mudar as leis e prejudicar os trabalhadores e os pobres. 49 dos cinquenta deputados federais novamente candidatos, estão acusados de crimes na justiça. Também senadores e governadores são suspeitos de crimes administrativos. Então, entre os fichas sujas estão 14 dos 17 deputados federais e dois senadores do Pará. Todos esses fichas sujas devem ser riscados de nossas listas de votos. Os candidatos, tanto os veteranos, como os novos, que apoiaram, ou se calaram diante de projetos criminosos como hidroelétricas de Belo Monte e do Tapajós; todos os partidos, também aqui de nossa região, que apoiam ou se calaram diante de projetos de portos da EMBRAPS no Maicá e Porto Novo em Belterra, devem ser riscados de nossos votos. Também para ajudar fazer essa mudança, não podemos votar em branco, nem voto nulo, nem deixar de votar, pois se assim fizermos, estaremos dando chance de os bandidos serem eleitos por falta de nossos votos. Então, quem merece nossos votos? Os fichas limpas, os que são novos políticos, mas que são comprometidos com as lutas de nossas comunidades rurais e urbanas. Se nós seguirmos orientações como essas,  ajudaremos a eleger gente honesta, comprometida com nossos direitos e que fazem da política uma missão e não um emprego bem remunerado. Agora fique atento, dentro de alguns dias eles e elas estarão no rádio e na televisão, tentando convencer – nos a votar neles. Não se iluda com as promessas, tente identificar o passado deles e assim separar o joio do trigo. Mas não basta votar e cruzar os braços. A mudança vai depender também de organização, participação em grupos e movimentos populares, associações de moradores, sindicatos. Vai depender de os cristãos de todas as igrejas seguirem os mandamentos de Jesus em busca de justiça e solidariedade. O futuro de nosso país depende também de todos nós, concorda?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.