semana decisiva antes do primeiro turno

Postado em

Editorial  RNA  – 02.10.2018

Chegamos a uma semana quase decisiva na história do Brasil. Ou se muda a caminhada desastrosa do atual governo/parlamento e poder judiciário, ou regressaremos  a mais um tempo de escravidão, com outra máscara. As eleições do próximo domingo não resolverão de uma semana para outra, os sofrimentos dos trabalhadores, dos jovens, dos que vivem na pobreza. Nem será salva imediatamente nossa Amazônia, do saque das riquezas e dos venenos agrícolas. Mas poderá ser o início de um novo tempo, para os que hoje pagam o preço da irresponsabilidade de políticos, juízes e ministros.

O foco das propagandas eleitorais tem estado em torno de quem deve ser o próximo presidente da República. Isto é importante, mas não basta. Um outro foco deve ser clareado, porque pode ser até mais importante do que a escolha do presidente. Trata-se do foco na escolha dos novos deputados e senadores. Por falta de uma compreensão de como funciona a administração pública, muitos não percebem que o congresso Nacional tem poder de aprisionar o presidente, pois os projetos deste, por mais essencial que seja depende de ser aprovado pelo Congresso Nacional. Basta analisar os deputados e senadores que terminam seu mandato em dezembro próximo e maioria deles se apresentando em busca de reeleição. Quantos deles derrubaram do cargo a eleita presidente Dilma Roussef? Quantos apoiaram os projeto de Michel Temer de destruir as leis trabalhistas e quantos apoiam o uso de veneno agrícola nas plantações  de soja, entre outras desgraças para a maioria da população.

Por isso, que é necessário todos os e as eleitoras escolherem bem os próximos dois senadores de cada Estado e os deputados federais.. Mas que sejam competentes, honestos e já vinham defendendo os interesses dos trabalhadores, dos pobres, do SUS e da Amazônia. Quem defende, ou se cala diante dos projetos  hidroelétricos nos rios da Amazônia, e os que defendem, ou se cala diante da mineração destruidora na nossa Amazônia, não podem ser votados por nós  que vivemos e sofremos as consequências desses desastres. Serão dezoito senadores e dezenas de deputados federais a serem eleitos nos nove estados da Amazônia. Não podemos deixar para escolher na última hora. No meio de tantos oportunistas deve haver alguns  comprometidos com nossos direitos. Votar é um direito, votar consciente é um dever.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.