passado o pesadelo o que esperar?

Postado em

Análise da semana  – Nossa Voz é Nossa Vida  – 04.11.2018

Passada uma semana das eleições, como avaliar o que aconteceu e o que pode acontecer à maioria da população brasileira? 56 milhões de eleitores escolheram o novo presidente, entre esses, certamente  maioria eram pobres. Não são fascistas, nem são defensores do eleito, mas votaram nele, por desilusão com a política nacional. O presidente eleito é um desconhecido da maioria dos eleitores. O pouco que sabiam era que o que viam pela televisão e redes sociais. E difícil explicar como essa maioria de pobres pode ter esquecido 14 anos, em que várias melhorias de qualidade de vida aconteceram, tais como, programa Minha Casa minha Vida; programa mais médicos, fortalecimento do SUS, o Pro uni que facilitou a entrada de jovens na universidade, entre outras. Foram muitos desses beneficiários os que votaram no novo presidente. E vale salientar que muitos desses são eleitores aqui de nossa região, portanto responsáveis pelo que vier a acontecer.

Mas o caso está consumado. Como o novo presidente não tem experiência político administrativa,  e por ter utilizado um discurso violento durante a campanha, agora está nas mãos de sua equipe de amigos, que estão montando sua equipe de ministros e plano de governo. Os primeiros sinais já causam preocupação. Pretende juntar num mesmo ministério,  a agricultura e o meio ambiente. Ora, esses dois ministérios são opostos. Enquanto o agronegócio quer expandir  a produção de soja e gado e para isso, destroem florestas, poluem a terra com agrotóxicos, por outro lado, o ministério do Meio ambiente cuida da mãe natureza. Juntando os dois no atual governo, certamente o meio ambiente será mais sacrificado do que está.

Também já anunciam a venda de uma das mais ricas fontes de renda, o pre sal da Petrobrás está sendo entregue a empresas estrangeiras, como também a maior fábrica nacional de aviões a Embraer, está sendo vendida a empresa norte americana. Preparando a transição para o novo governo, o congresso nacional já adianta a reforma da previdência, prejudicando as aposentadorias futuras e até o décimo terceiro salário dos dependentes do bolsa família está sendo extinto.

Por esses sinais iniciais, já se pode prever o sofrimento dos mais pobres deste país, que já foi rico e tinha conseguido acabar com a miséria extrema. Dentro de mais alguns meses descobrirão que foram enganados.

Que fazer então? Lamentar não irá resolver. Não há outro caminho, a não ser unir as forças, dos vários movimentos sociais para resistir aos abusos aos nossos direitos. É hora de os sindicatos, as associações de bairros, comunidades eclesiais de base, igrejas protestantes e católicas, comunidades rurais, universitários, jovens, é hora de unir forças, tomar consciência de que juntos somos fortes. Se os partidos políticos  cometeram erros, se boa parte dos eleitores cometeram erros em eleger um desconhecido presidente, não podem cometer outro erro submetendo-se aos erros políticos e consequências graves para os mais pobres deste país.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.