Desmatamento 7.900 kms2, doenças das chagas 227 casos no mesmo ano, onde?

Postado em

Editorial  RNA  14.01.2019

Hoje temos uma notícia que merece uma análise e nossa atenção. Trata-se de um caso ilustrativo acontecendo no Estado do Pará. É um alerta para todos os povos da Amazônia.

Diz a notícia que o desmatamento constante provoca o aumento das populações de insetos vetores de doenças tropicais. Um deles é o transmissor da doença das chagas. Segundo especialistas do Instituto Evandro Chagas de Belém, de junho a novembro do ano passado, só no Pará foram registrados 223 casos de doença das chagas. Além dos desmatamento  constante outro fator do aumento de doenças tropicais na Amazônia é o pouco investimento em políticas públicas, especialmente a falta de saneamento básico e a pouca assistência à saúde pública. Se já vinha acontecendo essas carências, com o atual governo a situação tende a piorar.

Os novos planos são para desmantelar os órgãos de vigilância ambiental como IBAMA e ICMBIO, favorecendo a invasão de grileiros, madeireiros e mineradores. Se no ano passado foram constatados sete mil e novecentos quilômetros quadrados de floresta destruída, imagine o que vem pelos próximos anos. O governo está determinado favorecer a ocupação da Amazônia com agronegócio e fazendas, além da exploração mineral.

Além da doença das chagas, os especialistas do Instituto Evandro Chagas  constatam que tem aumentado outras doenças como malária, febre tifoide,  calazar e dengue.

Diante desse amargo prognóstico da falta de assistência à saúde pública, resta aos moradores do Pará, Amapá, Maranhão, Amazonas de demais estados da região, tomar consciência de que quem gosta de nós somos nós mesmos. Então se unirem aos povos indígenas, que já estão se mobilizando para defender suas e nossas vidas, da mãe terra e nossa dignidade. Os políticos em sua maioria, preferem defender seus interesses e só procurar aos eleitores em época de campanha eleitoral.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.