Água dom de Deus não é mercadoria, mas…para uns é

Postado em

Análise da semana   Nossa Voz é Nossa Vida  17.02.2019

Se joãozão mete os pés pelas mãos e impõe sua vontade,  Joãozinho tenta fazer o mesmo. Se o presidente da república quer impor uma desumana  reforma da previdência aos trabalhadores, o prefeito de Santarém,  se acha com poder de acabar com a autonomia comunitária dos micro sistemas de água. Que prepotência! Mas o prefeito  só fará isso, se os usuários dos micro sistemas forem ingênuos e submissos. Poder legal ele não tem. Isso teria, se fosse garantida água sadia 24 horas, pela COSAMPA, que nem ele, nem os anteriores garantiram.  Ameaçar presidentes de associações de recorrer à justiça para tomar os micro sistemas é chantagem. Para quê? entregar a uma empresa privada para  vender água como mercadoria? isso ele não pode.

Observe o absurdo do ditadorzinho de aldeia. Só na cidade de Santarém, onde a COSAMPA não atende com serviço de água, existem 19  micro sistemas comunitários. Na área rural há uma dezena deles, todos mantidos pelas associações de moradores. Há vilas com mais de 400 famílias como Curuai do Lago Grande, que são abastecidas com micro sistemas. Os poços são profundos com tubulações de pvc, o que lhes garante água sadia. Alguns micro sistemas foram construídos pela própria comunidade, outros foram construídos pela prefeitura em mandatos anteriores, mas entregues aos cuidados das organizações populares.

Segundo informações, o representante do prefeito andou ameaçando alguns  lideres de micro sistemas, dizendo que ou aceitavam pacificamente entregar o micro sistema para a prefeitura, ou ele seria tomado via justiça, pois a prefeitura é a única responsável pelo abastecimento de água da população. Além disso, o prefeito já teria aberto concorrência para empresas interessadas em terceirizar os mico sistemas. E até já havia uma empresa ganho a concorrência pronta para tomar os sistemas. Será verdade tudo isso? Na Câmara de vereadores houve uma sessão onde trataram disso e alguns poucos vereadores foram contra, mas os outros se calaram.

Onde está a arrogância do prefeito? Nunca chamou as assembleias associações de moradores para analisar junto a situação de cada  micro sistema, se concordavam com a transferência dos cuidados para uma empresa privada, ou se preferiam continuar autônomas. Nada, simplesmente em poucos dias tomou a decisão, contratou a empresa e mandou recado aos presidentes de associações dizendo ou dá, ou desce. Não quer saber quem construiu o micro sistema, quanto custou, quem pagou as tubulações.  Hoje os usuários pagam uma taxa de uso de água de 30, 40 reais ao micro sistema. Se deixarem o prefeito usurpar seu direito, certamente a empresa  operadora irá cobrar cem e mais reais de cada usuário, afinal ela estará ali fazendo negócio e a água passará a ser mercadoria.

Informações extra oficiais dizem que após controlar os 19 micro sistemas da cidade, a empresa vai se apossar dos micro sistemas do planalto, das vilas e onde houver algum no meio rural. Estão sendo alertados moradores,  de Perema, Jacamim, Estrada Nova, Curuai, Tabocal e demais usuários de micro sistemas.

Agora uma coisa é certa. Isto só acontecerá, caso os milhares de donos de micro sistemas de água se abaixarem, calarem  e forem otários. Afinal eles e elas são donos da propriedade, que até hoje é um serviço comunitário. Não podem ser humilhados assim, sem mais,  nem menos.

Isso é um exemplo do que o prefeito prometeu durante a campanha eleitoral, que ele iria governar da periferia para o centro. Só que ele interpreta diferente do que fez seus eleitores pensarem. Mas ele só cometerá este absurdo, se os usuários de micro sistemas se acovardarem.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.