Jovem de 82 anos para jovens de 22 anos

Postado em

Editorial  RNA  03.04.2019

Admirável e digna de inspiração para a juventude nos oferece hoje o Papa Francisco, ele um jovem de 82 anos. Seu recente documento Exortação apostólica pós sínodo dos jovens. Ele se expressa aos jovens e a todo o povo de Deus.

Com razão este Estadista e homem de Deus se preocupa com a juventude, hoje tremendamente induzida pela ideologia individualista e sem futuro. Os adultos hoje pouco tem a oferecer de positivo aos jovens. Basta observar como está o Estado brasileiro e seus governantes. Oxalá esta exortação do Papa Francisco sacuda consciências de jovens e de adultos, e se parta em construção de um outro mundo solidário e justo.

Impressiona como na Amazônia e aliás no Brasil todo, a educação está planejada para tornar os jovens peças de um sistema explorador das riquezas da região. As universidades tem mais cursos técnicos do que estimuladores  de consciências pensantes, criadoras de ciências humanas. O atual governo retira do currículo do ensino médio matérias pensantes como sociologia, história e semelhantes. Como esperar que os jovens venham a compreender o mundo em que vivem e como se engajar num caminho de mudança de pensar e de construir sociedade justa e solidária?

Um exemplo amazônico está em Santarém, Uma cidade com 13 mil universitários, e cerca de 40 mil estudantes de ensino médio, raros sãos jovens que se engajam em movimentos sociais, enquanto a invasão do território segue acelerada, no agronegócio, na exploração mineral, na destruição de floresta e rios. Os cursos universitários mais procurados são, informática, fisioterapia, e direito.  Se assim é em Santarém, o que não será em Manaus, Belém, São Luiz, Macapá, Porto Velho e demais centros educacionais da Amazônia?

É neste contexto histórico que chega o Papa Francisco a investir na juventude. Ele fala na exortação que para os jovens hoje é tempo de sonhos e opções, vontade de viver e experimentar. Ele convoca a Igreja a construir uma pastoral com jovens e para jovens, mas que os ajude  a enfrentar a crise de vazio do tempo atual. Os jovens precisam de testemunhos de solidariedade e sede de justiça nos adultos. A nossa Casa Comum da Amazônia, mais do que antes, precisa desse testemunho adulto para inspirar os jovens a lutar por uma Amazônia de bem viver. Bendito jovem Papa Francisco.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.