Perversidade oficial e passividade do povo até quando?

Postado em

Editorial RNA 22.11.2019

O Brasil e dentro dele nossa Amazônia, está afundando a convivência civilizada. As ditas reformas das leis trabalhistas e da previdência só tem provocado mais desemprego, hoje com 13 milhões de trabalhadores parados. O desgoverno federal continua destruindo vidas humanas e da natureza.

Mesmo com quase 8 mil quilômetros quadrados de floresta destruída neste ano, o cínico presidente afirma que esse é um fenômeno cultural na Amazônia. O fato de as queimadas terem atingido cinco estados da Amazônia, Bolsonaro nem se preocupou e ainda acusou as ONGs pelos crimes. Nenhum grileiro identificado posteriormente foi unido que se saiba.

Como explicar tantos absurdos de um governo destruidor de leis e direitos dos povo? O jornalista Jamil Chade do jornal El País compreende assim: “destruir o que existe para, em seu lugar, reconstruir um modelo desejado por essas pessoas no comando para a sociedade. Loucura para alguns, delírio para outros. Mas, entre membros do Governo, não há nada de irracional em sua fala. O que existe claramente é uma estratégia de destruição e da substituição de uma realidade por uma ideologia com fortes traços de intolerância”. Realmente faz sentido essa interpretação. Mesmo que alguns considerem, Bolsonaro um psicopata o fato é que ele age consciente e premeditado.

Com tal estratégia perversa, o resultado é se ter hoje 13 milhões de desempregados, invasão de territórios indígenas, aumento de famílias passando miséria. Agora mais uma perversão presidencial, ele afirma que policial que mata em serviço não pode ser condenado. Para ele policial matar não é crime.

Mas o curioso dessa triste situação nacional é a passividade da população. Mesmo vendo exemplos de resistência popular na Colômbia, Chile e Equador, nós brasileiros estamos vendo a desgraça aumentar e não reagimos. O que falta para nós da Amazônia? E ainda há pessoas que defendem tal desgoverno.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.